Presidente do Sistema FIEMG recebe a Medalha Sinhá Moreira

Um dos polos da inovação tecnológica em Minas Gerais, Santa Rita do Sapucaí foi palco da solenidade de entrega da medalha Sinhá Moreira, nesta sexta-feira, 24 de novembro. Realizada pelo Sindicato das Indústrias de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares do Vale da Eletrônica – SINDVEL no Inatel, a comenda teve como homenageados o presidente do Sistema FIEMG, Olavo Machado Junior, representando o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI/MG), e as empresas Fractum e Intelbrás.

As 153 indústrias de tecnologia que compõem o APL de Eletroeletrônicos de Santa Rita do Sapucaí, o Vale da Eletrônica, são responsáveis pelo desenvolvimento e lançamento no mercado de 14.700 produtos inovadores, gerando 14 mil postos de trabalho e um faturamento anual de R$ 3,2 bi.

O Presidente do Sistema FIEMG, Olavo Machado Junior e o SENAI/MG foram agraciados na categoria “Personalidade Ilustre”, um reconhecimento pelos esforços no fomento ao desenvolvimento do Vale da Eletrônica como importante polo gerador de tecnologia, desenvolvimento e inovação do país.

Criado na década de 40, o SENAI há mais de 70 anos cumpre a missão de formar mão-de-obra capacitada para as indústrias do Brasil e Minas Gerais. Em Minas Gerais, a entidade iniciou suas atividades em 22 de maio de 1943 provisoriamente abrigado nas dependências da Escola de Engenharia da Universidade de Minas Gerais. A primeira escola SENAI surgiu no ano seguinte no bairro Lagoinha, com o nome de Centro de Formação Profissional Américo René Giannetti, em funcionamento até hoje.

O SENAI ampliou muito sua atuação, passando dos 40 alunos inicias em 1944 para mais de 90.000 alunos matriculados por ano, nas mais diferentes modalidades e áreas da indústria, contabilizando mais de 3 milhões de alunos formados somente em Minas Gerais nestes 73 anos de existência.

Hoje, o SENAI ampliou seu leque de atuação e atua em 28 áreas da indústria mineira, da cachaça a eletrônica, da mineração a moda, estando presente em 69 municípios com suas 83 unidades vocacionadas às diferentes necessidades das indústrias do estado, fortalecendo como principal indutor da pesquisa e tecnologia do estado com a implantação do Centro de inovação e Tecnologia (CIT), composto por um conjunto de Institutos de Inovação e Institutos de Tecnologia focados na competitividade industrial.

“Enxergamos o futuro com os olhos da educação. Com eles, investimos pesadamente para que o SENAI, junto do SESI, sejam os parceiros adequados da indústria mineira na formação de trabalhadores e cidadãos competentes. É um orgulho ser homenageado pelo trabalho feito. Mais gratificante ainda é poder ver de perto o quão relevante tem sido esse esforço e os frutos colhidos pelo Vale da Eletrônica,” pontuou o Presidente do Sistema FIEMG, Olavo Machado Junior, destacando o foco de atuação da entidade na educação.

Na categoria “Maior Crescimento de Quadro de Funcionários”, a vencedora foi a Intelbras, que no período de 1º de agosto de 2016 à 31 de julho deste ano, registrou 27 contratações em regime CLT, enquanto que a Fractum Indústria e Comércio de Equipamentos Eletrônicos, que desenvolveu uma rede de sensores sem fio para monitoramento ambiental, foi premiada com o título ‘Empresa Inovadora’.

Além das premiações, aconteceu também o lançamento da pedra fundamental da sede do ‘Parque Tecnológico Aberto de Santa Rita do Sapucaí’, projeto que tem um total de 4 mil m² e prevê a criação de um espaço de coworking para instituições e empresas de base tecnológica da região, pretendendo fomentar a inovação em toda a área do município com projetos de integração entre empresas, startups e poder público.

“Temos dois acontecimentos importantes. O primeiro é o esforço feito para perpetuar a memória de Sinhá Moreira no Vale da Eletrônica, além de homenagear nossas empresas que inovaram e cresceram no último ano. Já sobre o futuro, teremos aqui um Parque Tecnológico sem muros, que integrará academia, indústria e agentes de desenvolvimento,” pontuou o presidente do Sindvel, Roberto de Souza Pinto.

(Com informações de Guilherme Pedrosa)

 

Fonte: FIEMG – 25 de Novembro de 2017