Crescimento surpreende no Vale da Eletrônica – Faturamento deve subir 23% em 2012

A substituição de componentes eletrônicos importados por similares nacionais deverá garantir um crescimento acima das expectativas para as empresas do Vale da Eletrônica em Santa Rita do Sapucaí, no Sul de Minas. As projeções são de incremento de 23% no faturamento na comparação com o ano passado, de acordo com o presidente Sindicato das Indústrias de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares do Vale da Eletrônica (Sindvel), Roberto de Souza Pinto.

No início deste ano, as projeções da entidade apontavam para a manutenção no ritmo de crescimento verificado em 2011, quando as empresas instaladas na região registraram aumento de 13% no faturamento em relação ao ano anterior.

Entre os fatores que estão impulsionando os negócios das empresas do Vale da Eletrônica está a valorização do dólar frente ao real. O presidente da entidade explica que a alta cambial inibe as compras externas dos produtos eletrônicos, além de gerar receio por parte de importadores em formar estoques para atender à demanda interna. Isto se dá em função do risco de prejuízo com o produto estocado diante de uma provável queda na cotação da moeda norte-americana.

Dessa forma, com baixo volume de componentes importados no estoque, alguns importadores não estão atendendo aos pedidos das indústrias que acabam por optar pelos produtos fabricados no Vale da Eletrônica. De acordo com Souza Pinto, a tendência é a continuidade desta substituição, pois há também a conscientização que os produtos nacionais são seguros e a produção interna pode atender à demanda.
Segundo o dirigente, é verificado um aumento na qualidade dos produtos fabricados no Sul de Minas. Com a maior demanda, as empresas estão buscando a homologação de seus componentes nos órgãos competentes.

Fonte: Diário do Comércio – 05/10/2012