Comenda Sinhá Moreira destaca a inovação tecnológica no Vale da Eletrônica

SINDVEL homenageia destaques da indústria e personalidades importantes para o APL de Eletroeletrônicos de Santa Rita do Sapucaí

Com o objetivo de perpetuar a memória de Sinhá Moreira, precursora do Vale da Eletrônica, hoje internacionalmente conhecido como APL ou cluster de Eletroeletrônicos de Santa Rita do Sapucaí, o Sindicato das Indústrias de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares do Vale da Eletrônica – SINDVEL, criou , em 2011, a Comenda Sinhá Moreira, uma homenagem realizada anualmente  a pessoas, entidades e empresas que tenham contribuído para o desenvolvimento tecnológico, industrial, econômico e social do Vale da Eletrônica.

A sessão solene de outorga da Comenda Sinhá Moreira 2016 foi realizada nesta quinta-feira, 12 de janeiro, no auditório da Incubadora Municipal, e contou com a presença de autoridades, empresários, familiares dos homenageados e funcionários da FAI, uma das homenageadas da noite.

A empresa premiada na categoria Empresa Inovadora foi a Biquad Tecnologia, que concorreu com o produto DAP UNO – processador digital de áudio, único processador de áudio nacional com tecnologia “mpx over aes”, padrão que permite que a interligação de toda a cadeia de processamento de áudio seja feita digitalmente, até o modulador do transmissor. Sem similar no mercado nacional, e com desenvolvimento 100% no Vale da Eletrônica, o produto foi escolhido como símbolo da inovação do Vale da Eletrônica no ano de 2016. A Biquad recebeu a Comenda Sinhá Moreira na categoria Empresa Inovadora pela terceira vez.

A empresa com o maior crescimento do número de funcionários no período de julho de 2015 a agosto de 2016 foi a DL Eletrônicos, indústria que ocupa o posto de maior fabricante de tablets para as classes C e D no Brasil. Mesmo em ano de crise e dificuldades, a empresa passou de 632 funcionários para 789 neste período, e recebeu a Comenda Sinhá Moreira nesta categoria pela segunda vez.

Na categoria Personalidade Ilustre o homenageado foi o Prof. Doutor José Cláudio Pereira, diretor da FAI – Centro de Ensino Superior em Gestão, Tecnologia e Educação, em reconhecimento aos seus esforços junto à FAI para o desenvolvimento do Vale da Eletrônica.

Em seu discurso de agradecimento o Prof. José Cláudio destacou a parceria permanente com o Sindvel, a importância da FAI para a formação de qualidade dos profissionais de todo o Brasil e a necessidade urgente de se trabalhar para trazer mais alunos para as escolas do Vale da Eletrônica, número que vem caindo a cada dia em função da concorrência dos cursos à distância, muitos até gratuitos, porém sem qualidade.

A FAI é uma instituição de ensino superior que há 45 anos contribui para o desenvolvimento do Vale da Eletrônica, oferecendo cinco cursos de graduação, 11 cursos de pós-graduação e o posto de única instituição de ensino superior do sul de Minas a receber 4 estrelas do Guia do Estudante em todos os cursos e nota máxima no ENADE ( MEC ).

Um momento bastante especial do evento foram as homenagens especiais feitas aos idealizadores e criadores da Fundação Educandário Santarritente, mantenedora da FAI.

O Monsenhor José Carneiro Pinto, pároco emérito de Santa Rita do Sapucaí, que completou em 2016 70 anos de sacerdócio, foi o primeiro presidente da Fundação Educandário Santarritense, e um grande amigo de Dona Sinhá Moreira, tendo compartilhado com ela os sonhos e os esforços de trabalhar por ações em prol do desenvolvimento do Vale da Eletrônica. Por sua importância e destaque na história de Santa Rita do Sapucaí, incluindo a criação da FAI, Monsenhor José Carneiro Pinto também recebeu a Comenda Sinhá Moreira, tendo sido aplaudido de pé pelos presentes ao evento.

Também foi homenageado postumamente, com um certificado de Menção Honrosa, o Professor Doutor Francisco Ribeiro de Magalhães, também um dos primeiros a embalar o sonho de se criar uma escola superior de administração em Santa Rita do Sapucaí. O Professor Ramon Villar Paisal, que foi diretor da FAI no período de 1971 a 1982, recebeu a homenagem em nome da família do Professor Francisco Magalhães, carinhosamente conhecido como “Chico Fumaça”.

O outro homenageado da noite foi o Doutor Antonio Teixeira dos Santos, também um entusiasta pela criação da escola de administração em Santa Rita do Sapucaí. Advogado e professor, o Doutor Teixeira foi prefeito municipal de 1971 a 1973 e membro fundador da Escola Superior de Administração de Empresas – FAI, hoje Centro de Ensino Superior em Gestão, Tecnologia e Educação. O certificado de menção honrosa da Comenda Sinhá Moreira foi entregue à Senhora Nilsen Rodrigues Teixeira dos Santos, viúva do Doutor Antonio Teixeira.

O Presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais – FIEMG, Olavo Machado Junior, presidiu a mesa em companhia do Presidente do Sindvel, Roberto de Souza Pinto, do Prefeito Jefferson Gonçalves Mendes, da Diretora Técnica do Sebrae Nacional, Heloíza Menezes e dos homenageados.

Em seu pronunciamento, Olavo Machado destacou que a educação é, com certeza, a grande prioridade da indústria brasileira, “ o caminho que nos conduzirá à retomada do crescimento e levará o Brasil a um novo patamar, o da inovação tecnológica, da pesquisa voltada para a geração de negócios” afirmou Olavo.

A Diretora Técnica do Sebrae Nacional, Heloíza Menezes, enfatizou o protagonismo das indústrias mineiras, em especial as de Santa Rita do Sapucaí, nos editais de inovação lançados pelo Sebrae em nível nacional. Segunda ela, “dos 650 projetos apresentados para o Edital Inova, de 2016, 45% dos selecionados são de empresas de Minas Gerais, e destes 45%, 70% são do Vale da Eletrônica, como a Biquad, que hoje recebe a Comenda Sinhá Moreira, a Alarmes Santa Rita, e a Fractum, que ficou em primeiro lugar em todo o Brasil, reforçando o ecossistema de inovação de absoluto sucesso que encontramos aqui em Santa Rita do Sapucaí”, disse Heloíza.

Já o Prefeito Jefferson Gonçalves Mendes parabenizou os homenageados e reforçou o seu compromisso com o combate à corrupção em sua administração e a boa gestão dos recursos públicos.

Vale da Eletrônica – celeiro de inovação tecnológica

Registrando números equivalentes aos de 2015, o Vale da Eletrônica continua lançando produtos inovadores no mercado.

As 153 indústrias de tecnologia que compõem o APL de Eletroeletrônicos de Santa Rita do Sapucaí, o Vale da Eletrônica, são responsáveis pelo desenvolvimento e lançamento no mercado de 14.700 produtos inovadores, gerando 14 mil postos de trabalho e um faturamento anual de R$ 3,2 bi.

Apesar do momento conturbado que vive o país, com a crise política e econômica afetando todos os setores da indústria nacional, o Vale da Eletrônica tem conseguido superar as dificuldades do momento. Não foram registradas demissões em massa, férias coletivas ou redução de jornada de trabalho nas indústrias do APL. Para o Presidente do SINDVEL , Roberto de Souza Pinto, ” a sinergia encontrada no Vale da Eletrônica entre empresas, instituições de ciência e tecnologia e poder público, com o foco constante em pesquisa e desenvolvimento de produtos inovadores, permite ao APL garantir a sobrevivência de suas empresas, mantendo-as competitivas e preparadas para superar as adversidades da economia”.

“Vivemos em um ambiente de constante empreendedorismo, são inúmeras start-ups sendo geradas dentro de nossas incubadoras, colocamos mais de 10 mil novos produtos no lugar de 7.500 que foram descontinuados”, continua Roberto, ” a capacidade de inovação tecnológica do Vale da Eletrỗnica é a maior do mundo, proporcionalmente. 2017 está apenas começando e já temos produtos inovadores sendo lançados no mercado”, comentou o Presidente do SINDVEL.

“Estamos caminhando agora para o reconhecimento pelo governo do estado de que Santa Rita do Sapucaí é um parque tecnológico aberto, e já temos também a sinalização do Ministério da Saúde para darmos continuidade ao nosso projeto, em parceria com a FAI, de consolidação do cluster da saúde em Santa Rita do Sapucaí, com a abertura de uma faculdade de medicina com foco na formação de profissionais da saúde empreendedores. Para isso, precisamos do apoio dos governos municipal, estadual e federal para que Santa Rita do Sapucaí continue a receber investimentos que permitam às empresas, e às instituições de ensino, desenvolverem seus projetos com qualidade e competitividade cada vez maior”.

Finalizando os trabalhos da noite, o Presidente do SINDVEL fez um pedido especial à Diretora Técnica do Sebrae, Heloíza Menezes, para que a Comenda Sinhá Moreira seja reconhecida em nível nacional como uma certificação de qualidade junto aos órgãos de fomento do país, mais um diferencial para as indústrias do Vale da Eletrônica .

Estiveram presentes também à solenidade o vice-presidente da FIEMG, Aguinaldo Diniz Filho, o Superintendente do Sesi-Senai Minas Gerais, Cláudio Marcassa, o Diretor do Sebrae Minas, Anderson Cabido, o Diretor do Centro de Tecnologia SENAI CETEC, Prof. José Policarpo Gonçalves de Abreu, entre outras autoridades.